16 de nov de 2013

Não force o rio


Certo dia, alguém perguntou a Osho: É verdade que para tornar-se totalmente presente, para tornar-se uma nuvem branca, temos de viver todos os sonhos e fantasias?

E Osho disse:
A questão não é se vocês devem viver seus sonhos e fantasias ou não. Vocês vivem neles. Vocês já estão neles. Não é uma questão de escolha.
Você pode escolher? Pode abandonar seus sonhos? Pode abandonar suas fantasias? Se tentar abandonar seus sonhos, se tentar mudar suas fantasias terá de trocá-los por outros sonhos e fantasias.
Assim, o que deve ser feito? - aceite-os. Por que lutar contra os sonhos, por que tentar muda-los?
No momento em que você os aceita, eles desaparecem – porque a mente sonhadora vive de rejeição.
E você tem rejeitado muitas coisas – eis porque elas surgem inesperadamente em seus sonhos. Perceba... Você está andando por uma rua. Olha para uma bela mulher ou homem. O desejo surge. E, de repente, você o abandona: isto é errado! Você o rejeita. Tradição, cultura, sociedade, moralismo: isto não é bom.
Você pode olhar para uma bela flor, não há nada de errado nisso. Mas quando olha um belo rosto algo imediatamente fica errado – você o rejeita. A partir desse momento, essa face se tornará um sonho. Os desejos que você rejeitou se tornarão sonhos e fantasias. Quanto mais você rejeita, mais eles existem.
Então não rejeite, do contrário criará sonhos. Aceite. Seja lá o que for que aconteça, aceite como uma parte do seu ser. Não condene.
Quando você se torna mais receptivo, os sonhos se dissolvem. Uma pessoa que aceita sua vida totalmente deixa de ter sonhos. Tudo o que acontece, acontece por causa da natureza. Não existe nada anormal – não pode existir - tudo é natural.
Assim, não crie uma divisão; isso é natural e aquilo é anormal. Tudo o que existe é natural. Mas a mente vive de distinções e divisões. Não aceite as divisões, aceite tudo o que acontece e aceite sem qualquer análise.
E você pode sentar-se sob uma árvore e esquecer-se de si mesmo tão completamente que desaparecerá. Você pode dançar numa rua e ser absorvido pelo mantra Hare Krishna, pelo seu canto, tão totalmente que algo florescerá em você, e você desaparecerá. O segredo é a total absorção – sempre que ela acontece.
E ela acontece para diferentes pessoas de diferentes modos. Não podemos imaginar Buda dançando. Ele não era esse tipo, não era um tipo dançante. Mas é possível que você seja um tipo dançante – portanto, não force a si mesmo; do contrário, estará em apuros sob uma árvore bodhi. Forçar a si mesmo, paralisar a si mesmo, será violento. E o seu rosto não será o de Buda.
Descubra o modo pelo qual sua nuvem se move, por onde ela vagueia – e permita-lhe total liberdade para mover-se e vaguear. Vá onde for, ela encontrará o Divino. Então, não lute – flua. Não force o rio – flua com ele.
A dança é bela. Mas você deve estar totalmente nela – este é o ponto.

Não rejeite nada – rejeitar não é religioso. Aceite tudo – aceitar é orar.

Um comentário:

  1. a aceitação pode mudar uma vida por completo.... é de tal forma poderosa porque é a utilização da Lei da não-resistência... torna você não-resistente assim como a água... entretanto, quando a água se move sua força é supreendente...

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante para mim. Deixe sua mensagem.